Bons sonhos... boa voz

May 15, 2018

 

 

O tempo que necessitamo para repor as  energias através de uma boa noite de sono é algo muito pessoal e que cabe a cada um de nós de uma forma consciente e ativa respeitar. O ditado popular “Quem muito dorme pouco aprende” não me parece muito coerente e enquadrado num plano de saúde e qualidade de vida. Quanto à qualidade do nosso sono já não considero uma questão tão personalizada, mas sim uma preocupação comum para a qual devemos estar alerta, pois irá traduzir-se diretamente na qualidade e sanidade da nossa voz. 

 

O que acontece no nosso organismo após uma boa noite de sono?

 

 • É durante esta fase que a nossa memória é consolidada, examinada e reforçada

 • Reparação de tecidos e aumento da função imunológica,

 • Os elementos nutricionais, os neurotransmissores e as hormonas são balanceadas 

 

 

Existem algumas medidas que podemos dar mais atenção para que possamos ter uma melhor qualidade no sono, na  voz e na vida:

 

   • Respeitar o ciclo circadiano de acordo com a luz solar é muito importante assim devemos diminuir a nossa atividade quando a noite chega, reduzir ao máximo a exposição a aparelhos electrónicos como telemóveis, tablets, computador e televisão e optar por atividades que não bloqueiem a produção de melatonina (responsável pelo sono) e ao contrario estimulem a produção de cortisol com a agravante que para além de outros efeitos levam-nos à necessidade de hidratos de carbono. 

Quem é que não gosta de bolachinhas, biscoitos, salgado ou fritos a ver televisão ou em frente ao computador ao serão?

 

    • Jantar cerca de 2 a 3 horas antes de deitar (ajuda também na prevenção e controle do refluxo esofágico)  
   

    • Diminuir a exposição a luzes e sons / ruídos intensos. podemos optar por velas e luzes de baixa intensidade de cor amarela ou laranja e evitar a luz branca. Aconselho o software f.lux que é uma excelente ajuda para controlar a intensidade luminosa no seu computador, é gratuito: https://justgetflux.com
     

    • O investimento num bom colchão, uma boa almofada e bons lençóis ou edredon deve ser algo prioritário, assim como criar um bom ambiente propicio ao sono no seu quarto. 

 

    • Ritualize a sua rotina de sono, tal como nas crianças; tome um banho quente, vista o pijama, etc. De preferência pratique as rotinas pela mesma ordem e sempre à mesma hora. 

 

   • As técnicas de relaxamento, mesmo que sejam por pouco tempo são sempre bem-vindas e são um excelente complemento para a rotina do sono Já pensou na quantidade de horas que passamos na nossa cama e quarto? Pelo menos oito a nove horas de sono seria o desejável, e quando assim não for não contrarie a sua sesta com café, nem que seja por 20 minutos, vai sentir a diferença. 

 

 

 

 

Por necessidade das circunstâncias foram inúmeras as atuações que fiz com poucas horas de sono, ensaios intensos e prolongados até de madrugada, seguidos de viagem e depois atuação. Termina a atuação e nova viagem de regresso ou continuar para mais outra atuação num local distante, nova viagem... ufff. É um quadro com que muitos de vocês se identificam, já para não falar de que a vida artística está muitas vezes associada à vida noturna. 

 

 

Hoje reconheço que houve alturas que comprometi a qualidade do meu trabalho e pus em causa a qualidade da minha sanidade vocal com estes acontecimentos. A redução do sono diminui a produção de insulina e aumenta a produção de cortisol, o que se reflete diretamente no nosso organismo e na propensão para contrair diabetes, hipertensão e obesidade.

 

 

 

 

 

Quando o meu sono é profundo e sinto o corpo energeticamente reposto estou apto para tirar o máximo partido da minha voz. É impressionante a diferença e a capacidade de rápida recuperação mesmo após um trabalho vocal intenso.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Almond pancakes with pomegranate

November 16, 2018

1/8
Please reload

Posts Recentes

April 30, 2018

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags